domingo, 6 de junho de 2010

POSIÇÃO DE ALDO REBELO É DURAMENTE CRITICADA ll

Mensagem indignada à Aldo Rebelo

Aldo Rebelo
Que patético, que vergonha e o quão sórdida e traidora representa a posição sua e do seu partido.
Pensei que voce fosse comunista,(pelo menos você se diz), que estivesse do lado dos direitos humanos, em especial daqueles que morreram e deram suas vidas neste pais, muitos através desse Partido seu o PCdoB, como é o caso dos meus irmãos que morreram defendendo essa bandeira. Mas vejo que você está contra eles ou a memória do que eles representaram, pois quem apoia a impunidade dos carrascos que os trucidaram se coloca contra eles também.
Patética e covarde a sua posição não acha?
Você consegue dormir a noite? Você realmente acha que o STF expressou a vontade nacional? Você acha que a vontade nacional é pela prevalência da impunidade e da consagração da tortura?
E pensar que o PCdo B sempre discursou, exaltando a luta da guerrilha do Araguaia , o heroismo, etc mas que vemos hoje que tudo isso nunca passou de um lema propagandistico e que é usado ainda hoje pelo seu Partido. No entanto a politica do PCdoB é essa, a da traição da mémoria desses que lutaram e deram suas vidas.
Estou com nojo. Muito nojo mesmo.
Lembra-se do congresso da UNE la em Piracicaba que você foi eleito presidente da UNE. Tinha um discurso firme, radical, cheguei até votar em você naquela ocasião. Bem mais tarde, por volta de 1992 não me recordo a data encontrei você na casa de um amigo em Presidente Prudente que era do PCdo B e que fez questão de me convidar a um churrasco pois você estaria presente.
Mas que vergonha ! O que você virou ? Espero não ouvir mais esses discursos triunfalistas do seu Partido em relação a qualquer morto e desaparecido politico, como forma de propaganda de seu Partido. Ainda me verás virar bicho numa ocasião destas, e ainda ouvirão o que não estão preparados para ouvir.
Espero que você não se reeleja nesta próxima eleição, a cada mandato você se destrói enquanto pessoa e prejudica também a verdadeira democracia que almejamos.

Clóvis Petit de Oliveira irmão de Maria Lucia, Lucio e Jaime Petit da Silva mortos na Guerrilha do Araguaia

2 comentários:

  1. É lamentavel ver a mudança que aconteceu com Aldo Rebelo... Essa perpetuação da impunidade é inadmissível. e o STF? Faça-me o favor.
    Aliás quem teria que decidir, como Clovis disse, seria a vontade nacional que NUNCA É RESPEITADA. AH, como as massas estão longe dos três poderes que fazem o quer nas costas do povo. Veja o que diz o paragrafo unico do 1 artigo da constituição: "Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição." Nem os representantes eleitos exercem a vontade do povo e nem o povo exerce diretamente esse poder. Que cumpra-se essa constituição com representação popular efetiva, porque essa constituição nesses e noutros artigos NÃO ESTÁ VALENDO DE NADA! SÃO SÓ PALAVRAS AO VENTO!

    ResponderExcluir
  2. DENÚNCIA: SÍTIO CALDEIRÃO, O ARAGUAIA DO CEARÁ – UMA HISTÓRIA QUE NINGUÉM CONHECE PORQUE JAMAIS FOI CONTADA

    “As Vítimas do Massacre do Sítio Caldeirão
    têm direito inalienável à Verdade, Memória,
    História e Justiça!” Otoniel Ajala Dourado

    O MASSACRE DELETADO DOS LIVROS DE HISTÓRIA

    No município de CRATO, interior do CEARÁ, BRASIL, houve um crime idêntico ao do “Araguaia”, foi a CHACINA praticada pelo Exército e Polícia Militar em 10.05.1937, contra a comunidade de camponeses católicos do SÍTIO DA SANTA CRUZ DO DESERTO ou SÍTIO CALDEIRÃO, cujo líder religioso era o beato “JOSÉ LOURENÇO GOMES DA SILVA”, paraibano negro de Pilões de Dentro, seguidor do padre CÍCERO ROMÃO BATISTA, encarados como “socialistas periculosos”.

    O CRIME DE LESA HUMANIDADE

    O crime iniciou-se com um bombardeio aéreo, e depois, no solo, os militares usando armas diversas, como metralhadoras, fuzis, revólveres, pistolas, facas e facões, assassinaram na “MATA CAVALOS”, SERRA DO CRUZEIRO, mulheres, crianças, adolescentes, idosos, doentes e todo o ser vivo que estivesse ao alcance de suas armas, agindo como juízes e algozes. Meses após, JOSÉ GERALDO DA CRUZ, ex-prefeito de Juazeiro do Norte/CE, encontrou num local da Chapada do Araripe, 16 crânios de crianças.

    A AÇÃO CIVIL PÚBLICA PROPOSTA PELA SOS DIREITOS HUMANOS

    Como o crime praticado pelo Exército e Polícia Militar do Ceará é de LESA HUMANIDADE / GENOCÍDIO é IMPRESCRITÍVEL conforme legislação brasileira e Acordos e Convenções internacionais, a SOS DIREITOS HUMANOS, ONG com sede em Fortaleza – CE, ajuizou em 2008 uma Ação Civil Pública na Justiça Federal contra a União Federal e o Estado do Ceará, requerendo: a) que seja informada a localização da COVA COLETIVA, b) a exumação dos restos mortais, sua identificação através de DNA e enterro digno para as vítimas, c) liberação dos documentos sobre a chacina e sua inclusão na história oficial brasileira, d) indenização aos descendentes das vítimas e sobreviventes no valor de R$500 mil reais, e) outros pedidos

    A EXTINÇÃO SEM JULGAMENTO DE MÉRITO DA AÇÃO

    A Ação Civil Pública foi distribuída para o Juiz substituto da 1ª Vara Federal em Fortaleza/CE e depois, para a 16ª Vara Federal em Juazeiro do Norte/CE, e lá em 16.09.2009, extinta sem julgamento do mérito, a pedido do MPF.

    RAZÕES DO RECURSO DA SOS DIREITOS HUMANOS PERANTE O TRF5

    A SOS DIREITOS HUMANOS apelou para o Tribunal Regional da 5ª Região em Recife/PE, argumentando que: a) não há prescrição porque o massacre do SÍTIO CALDEIRÃO é um crime de LESA HUMANIDADE, b) os restos mortais das vítimas do SÍTIO CALDEIRÃO não desapareceram da Chapada do Araripe a exemplo da família do CZAR ROMANOV, que foi morta no ano de 1918 e a ossada encontrada nos anos de 1991 e 2007;

    A SOS DIREITOS HUMANOS DENUNCIA O BRASIL PERANTE A OEA

    A SOS DIREITOS HUMANOS, como os familiares das vítimas da GUERRILHA DO ARAGUAIA, denunciou no ano de 2009, o governo brasileiro na Organização dos Estados Americanos – OEA, pelo DESAPARECIMENTO FORÇADO de 1000 pessoas do SÍTIO CALDEIRÃO.

    QUEM PODE ENCONTRAR A COVA COLETIVA

    A “URCA” e a “UFC” com seu RADAR DE PENETRAÇÃO NO SOLO (GPR) podem localizar a cova coletiva, e por que não a procuram? Serão os fósseis de peixes do “GEOPARK ARARIPE” mais importantes que os restos mortais das vítimas do SÍTIO CALDEIRÃO?

    A COMISSÃO DA VERDADE

    A SOS DIREITOS HUMANOS busca apoio técnico para encontrar a COVA COLETIVA, e pede que o internauta divulgue a notícia em seu blog/site, bem como a envie para seus representantes no Legislativo, solicitando um pronunciamento exigindo do Governo Federal a localização da COVA COLETIVA das vítimas do SÍTIO CALDEIRÃO.

    Paz e Solidariedade,

    Dr. Otoniel Ajala Dourado
    OAB/CE 9288 – 55 85 8613.1197
    Presidente da SOS – DIREITOS HUMANOS
    Editor-Chefe da Revista SOS DIREITOS HUMANOS
    Membro da CDAA da OAB/CE
    http://www.sosdireitoshumanos.org.br
    sosdireitoshumanos@ig.com.br
    http://twitter.com/REVISTASOSDH

    ResponderExcluir