quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

PARA ONDE VÃO OS SANJOANENSES???

O jornal britânico “The Guardian” entrevistou o empresário Eike Batista, e este afirmou que um de seus objetivos é transformar o Estado do Rio “em um dos lugares mais dinâmicos e ricos do Brasil” e que investirá a bacatela de R$ 32 bilhões na Estado do Rio nos próximos dois anos

Ele afirmou ao jornal que “se eu olhar para o Rio daqui a 10, 15 anos, será inacreditável”. Para ele, a cidade será “uma mistura de Califórnia, Nova York e Houston, combinando praias estonteantes com importância financeira e arquitetura ultramoderna”.

Entre os investimentos para que isso aconteça, Eike cita a Cidade X, uma “cidade digital supermoderna para cerca de 250 mil pessoas”. A Cidade X citada por ele é a que este pretende construir no quinto distrito de São João da Barra e que está envolvida na polêmica da desapropriação.

Ora senhores! Isso é muito sério e merece reflexão!

O quinto distrito de São João da Barra corresponde a, mais ou menos, 50% da área total do município e desta, 70% está sendo desapropriada para ser ENTREGUE à Eike Batista a revelia da população local.

Os maiores prejudicados com a novidade "X" são os pequenos produtores rurais que não sabem fazer outra coisa senão trabalhar na sua terrinha, pastorear as poucas cabeças de gado de onde sai o sustento da sua família com a venda do leite e do queijo feito por eles mesmos. Alguns, possuem pequenas plantações de abacaxi e ali eles são donos da terra onde construíram suas famílias e sua História.

São estes, os pequenos produtores que vivem a ameaça de serem expulsos de seu lugar para tornar possível o projeto ambicioso de Eike Batista.

Dizer que, quem questiona a situação imposta aos moradores do quinto distrito é contra o desenvolvimento é no mínimo falta de sensibilidade. Quem pensa que é simples assim é só fazer uma visita ao quinto distrito sanjoanense e conversar com algumas pessoas para concluir em pouco tempo o quanto aquela gente está se sentido lesada em seus direitos.

Para piorar ainda mais as coisas, os latifundiários já venderam suas propriedades ao projeto do Eike por excelente preço enquanto que, os pequenos proprietários sofrem a ameaça de terem suas terras desapropriadas por um baixo valor.

Se eles saem de suas terras e deixam suas casas para onde irão e como irão garantir o sustento de suas famílias?

Conversando com uma moradora de lá, esta relatou que estão oferecendo como possibilidade de moradia a criação de uma agrovila onde as casas terão em média 60 metros quadrados do programa Minha Casa Minha Vida. Então, o sujeito trabalha para construir sua casa - e por lá existem boas casas - para abrigar sua família, faz melhorias a cada ano para no fim deixar tudo para o capitalista selvagem Eike Batista?

Sugiro que, quem esteja lendo este post se coloque em pensamento no lugar destas pessoas. Como reagiria a isso?

Ao ler a entrevista de Eike sobre o seu projeto de construção de uma cidade futurista, a Cidade X, fui remetida a lembrança de algo semelhante a que assistíamos - quando criança - nos desenhos animados que se dedicavam a projetar cidades, naves, etc do futuro. Naquele tempo parecia algo muito distante. Eis que hoje, bem pertinho de nós, surge um quase "alienígena capitalista' que sonha construir seu sonho destruindo os dos outros.

Vale lembrar que a população de São João da Barra hoje é de aproximadamente 32 mil habitantes e, a cidade digital, a cidade X pensada por Eike é para 250 mil habitantes.

A pergunta que não quer calar é:

PARA ONDE VÃO OS SANJOANENSES???




2 comentários:

  1. Luciana Soares marques1 de janeiro de 2011 09:48

    Bom seria se a população de São João da Barra pudesse desfrutar de um Ano Novo mais justo, mas infelizmente o povo está iludido com o engodo do 14º salário que nada mais é do que o dinheiro do FUNDEB, com o chororo que não iremos ter shows por culpa de meia dezena de vereadores. É lógico que verba tinha e tem. O povo precisa recordar das promessas de campanha: saúde, educação, saneamento básico, água potável de qualidade (não a barrenta que chega em muitas casas, e é da CEDAE!),segurança…
    Bom, vamos enumerar:
    Saúde – Esta semana faleceu por falta de Pronto Socorro a filha de um comerciante (casa de material de construção na Figueira) aqui de Grussaí. Foi levada com vida para a Santa Casa de São João da Barra, mas sem atendimento adequado foi transferida para HFM em Campos e já chegou com morte celebral e veio a óbito. Triste, muito triste.
    Educação – Já citei no 1º parágrafo.
    Saneamento Básico – onde está a infraestrutura que até para esgotar uma fossa temos que esperar semanas, isso quando não pagamos particular. A população prevista é de 250 mil para os próximos anos, haja FOSSA! Ficaremos literalmente na M…
    Segurança – as pessoas são assaltadas a luz do dia , amarradas em suas casas e outras assassinadas. Essa semana mesmo ocorreu um homicídio na rua das Flores.
    VAMOS REFLETIR, PARA QUE CONSTRUIR UMA PREFEITURA DE 22 MILHÕES, SE A POPULAÇÃO NÃO TEM POLÍTICAS PÚBLICAS VOLTADAS PARA O BENEFÍCIO DO POVO?
    Não sou oposição nem muito menos situação, sou uma cidadã (moradora de Grussaí) que quer alertar a população e levá-la a refletir.
    Iniciem o Ano Novo colocando na balança da razão se estou equivocada ou correta?
    Não indo muito longe Bauru no Estado de São Paulo tem uma receita anual de 160 milhões de reais (a metade do nosso orçamento), só que Bauru hoje é referência nacional em SAÚDE E EDUCAÇÃO.

    ResponderExcluir
  2. LUCIANA SOARES MARQUES1 de janeiro de 2011 09:49

    CONTINUAÇÃO

    Eu só quero que vocês façam uma comparação da arrecadação de Bauru/SP e de seus benefícios.
    13 Hospitais
    Taxa de alfabetização 95,1%

    SOBRE A CIDADE DE BAURU

    Área da unidade territorial: 673 Km2
    Latitude do distrito sede do município: -22,31472°
    Longitude do distrito sede do município: -49,06056°
    Altitude: 526 m

    Prefeito 2009/12: Rodrigo Agostinho – PMDB 15

    População de Bauru
    (*) Estimativa Populacional
    IBGE-2009: 359.429 hab.

    Fundo de Participação dos Municípios
    FPM-2009: R$ 27.903.444,21

    Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica
    e de Valorização dos Profissionais da Educação
    FUNDEB-2009: R$ 44.810.531,65

    ——————————————————————————–

    DADOS ANTERIORES

    Prefeito 2005/08: Jose Gualberto Tuga M. Angerami – PDT

    Estimativa Populacional IBGE-2008: 355.675 hab. (*)
    Fundo Part. Municípios FPM-2008:R$ 30.225.236,72
    Participação FUNDEB-2008: R$ 35.086.055,89

    Estimativa Populacional IBGE-2007: 347.601 hab.
    Fundo Part. Municípios FPM-2007: R$ 24.621.739,12
    Participação FUNDEB-2007: R$ 20.870.025,47

    Estimativa Populacional IBGE-2006: 356.680 hab.
    Fundo Part. Municípios FPM-2006: R$ 21.722.490,34
    Participação FUNDEF-2006: R$ 12.526.527,29

    Estimativa Populacional IBGE-2005: 350.492 hab.
    Fundo Part. Municípios FPM-2005: R$ 19.641.666,83
    Participação FUNDEF-2005: R$ 9.090.505,53

    Estimativa Populacional IBGE-2004: 344.258 hab.
    Fundo Part. Municípios FPM-2004: R$ 15.824.523,23
    Participação FUNDEF-2004: R$ 8.184.029,80

    Resultados do Universo do Censo 2000

    Valor do Fundo de Participação dos Municípios (FPM):
    R$ 9.590.725,74

    População residente
    Total: 316.064
    Homens: 154.435
    Mulheres: 161.629
    Urbana: 310.442
    Rural: 5.622

    População residente de 10 anos ou mais de idade
    Total: 265.225
    Alfabetizada: 252.261
    Taxa de alfabetização: 95,1%

    (2004)
    Estabelecimentos de ensino pré-escolar: 108
    Estabelecimentos de ensino fundamental: 90
    Estabelecimentos de ensino médio: 44
    Hospitais: 13
    Agências bancárias: 44

    Fonte: IBGE

    (*) Resposta do IBGE à nossa indagação sobre a Contagem da População 2007, em relação às estimativas anteriores:

    A estimativa da POPULAÇÃO baseia-se, dentre outros aspectos, na série histórica para as populações, onde a tendència do conjunto de dados influi no valor estimado.
    Os resultados do CENSO DEMOGRÁFICO (2000) e da CONTAGEM DA POPULAÇÃO (2007), apresentam uma maior consistência, visto que são obtidos após trabalho de campo, onde os domicílios são pesquisados.
    Observa-se ainda que os novos resultados do CENSO DEMOGRÁFICO e da CONTAGEM DA POPULAÇÃO irão compor a série para novas estimativas.

    As pessoas, os universitários precisam ler mais, pesquisar, estarem bem informados para saberem reenvidicar seus direitos.
    ACORDA SANJOANENSES!!!!!

    ResponderExcluir